Liberdade de pensamento #5

Com a rubrica Liberdade de pensamento pretendemos dar-vos a conhecer a nossa opinião sobre diversos conteúdos.

Nesta edição, falamos do jogo Fish N Ships da Goodfellow Games Co, que irá lançar uma campanha no Kickstarter no início de fevereiro.

Fomos contactados diretamente pelo criador do jogo, Ephraim L. McCormick, que nos enviou uma cópia física do seu jogo para podermos experimentar e dar a nossa opinião.


Fish N Ships

Imagem Oficial - Fish N Ships


Jogo: Fish N Ships

Autor: Ephraim L. McCormick

Editora: Goodfellow Games Co.

Jogadores: 2-6

Tempo: 10-30 min

Dependência de idioma: Sim

Kickstarter: (em breve)

Página oficial: https://www.fishnshipsgame.com/


A história nos bastidores

Em Fish N Ships, cada jogador desempenha o papel de um pirata, à caça de tesouros e a roubar os oponentes sempre que possível.

Mas nem tudo é tão simples quanto parece. Considerando que os piratas são seres humanos trapaceiros, encontram sempre uma forma de virar a maré. Savvy?

Imagem Oficial - Cartas do Fish N Ships


Falando dos componentes

Recebemos uma cópia de revisão, sendo sobre essa versão que vamos fazer a nossa avaliação. Por enquanto, não sabemos quais as opções que vão estar disponíveis durante a campanha em Kickstarter, mas brevemente descobriremos.


Cartas

A qualidade das cartas foi uma grande surpresa para nós! Considerando que é apenas uma cópia de revisão, não esperavamos que as cartas fossem tão boas - se esta for a qualidade final, é boa. Existe algo no acabamento das cartas que permite que sejam fáceis de baralhar e que deslizem bem sobre a mesa.

Canhões | Reviravoltas | Habilidades | Tesouros | Objetivos


Caixa do jogo

Para nós a caixa de jogo é um elemento que merece tanta atenção como os restantes componentes. Em relação à arte, combina perfeitamente com o aspeto pirata do jogo, sendo simples e detalhada ao mesmo tempo. É feita de um cartão grosso, protegendo bem os componentes no seu interior.


Contudo, achamos que a caixa é muito maior do que o necessário, tendo em conta os componentes que armazena. Não sabemos se é suposto este ser o tamanho final da caixa ou se a campanha no Kickstarter vai trazer possíveis adições ao jogo.

Frente | Verso | Interior


Quebrando as regras

Em geral, achamos que o manual de regras está bem escrito, no sentido em que ao acabar de o ler pela primeira vez sabemos como jogar, não sendo necessário ler uma segunda vez. Existe apenas um aspeto que achamos que pode ser ambíguo sobre como finalizar uma batalha, já o tendo mencionado ao autor.


Em relação à organização da informação no livro, seria mais fácil para iniciantes e também para uma leitura mais leve, se algumas secções aparecessem antes de outras serem introduzidas, resultando numa leitura mais fluída.

Frente | Verso


Visão geral

Cada jogador tem um objetivo individual, representando o próprio tesouro a encontrar, sendo que o primeiro pirata a cumprir esse objetivo é quem governa os sete mares. Então, o melhor a fazer é manter essa carta de objetivo escondida.

No seu turno, os jogadores podem escolher uma de entre quatro ações possíveis:

  • Buscar duas cartas para a mão

  • Jogar uma carta de tesouro

  • Atacar um adversário

  • Usar uma carta de trapaça

Como ação livre, os jogadores também têm a opção de descartar duas cartas de tesouro da mão para receber uma ação adicional nesse turno.


Preparação do jogo

A preparação do Fish N Ships é simples e rápida, começando por separar as cartas em dois baralhos diferentes: um com verso vermelho e o outro com verso azul. Do baralho vermelho, cada jogador recebe quatro cartas, e com as remanescentes é formado um baralho ao alcance de todos os jogadores. Quanto às cartas azuis, as que têm habilidades são colocadas com a face para cima no centro da mesa, e das restantes cada jogador recebe uma carta de objetivo aleatoriamente.

Preparação do Jogo


Jogar uma carta de tesouro

De entre as cartas na mão, o jogador pode escolher jogar apenas uma na sua área de jogo, para prevenir a possibilidade de a perder para um oponente quando envolvido em batalha. Adicionalmente, estas cartas contam para o objetivo privado de cada jogador e não contam para o limite de dez cartas que o jogador pode ter na mão.

Norte | Sul | Este | Oeste | Polar


Atacar um adversário

O jogador pode atacar, jogando um canhão contra um adversário. Desde aí, ambos jogam um canhão, à vez, até que um dos jogadores vença a batalha. O jogador bem sucedido seleciona à sorte da mão do oponente, tantas cartas quanta a diferença entre a soma dos valores dos canhões de ambos os piratas.

Exemplo de Ataque | Canhões com valores de 1 a 4


Usar uma carta de trapaça

Esta é a única forma de um jogador poder perder cartas que estejam na sua área de jogo. Quando alguém joga uma carta de trapaça, pode retirar uma única carta de tesouro de outro jogador, das disponíveis na mesa, adicionando-a depois à sua mão.

Cartas de Trapaça


Cartas de reviravolta

Uma vez por jogo, a habilidade das cartas de reviravolta pode ser usada pelo jogador que as possua e jogue. Depois, a carta respetiva é removida do jogo. A minoria dessas cartas pode ser usada durante batalha, caso contrário apenas podem ser usadas no turno do jogador. Para além de serem cartas poderosas, não contam como ações.

Cartas de Reviravolta


Cartas de habilidade de ronda

Quando um jogador tem duas ou mais cartas semelhantes na mesma pilha da sua área de jogo, esse jogador pode colocar no topo da pilha correspondente uma das cartas de habilidade disponíveis. Começando no turno seguinte, esse jogador terá o benefício indicado, a menos que essa carta saia da pilha por indicação de outra habilidade jogada por um oponente.

Cartas de Habilidade de Ronda


Opinião geral

De uma forma geral, podemos afirmar que o conceito do jogo combina com o espírito dos piratas, sendo divertido para jogar em grupo. Um aspeto positivo do jogo é permitir o máximo de seis jogadores, sendo mais do que a maioria dos jogos de cartas que conhecemos permite.


Para grupos até seis jogadores que gostem de muita interação entre jogadores este pode ser um jogo a analisar. Contudo, se não gostarem de jogos com muito "take that" ou algum conflito talvez seja necessário pensar duas vezes porque estes são parte dos mecanismos base de Fish N Ships.


Das coisas que gostamos neste jogo, é a possibilidade de usar cartas com habilidades únicas que podem alterar completamente o curso da ronda. Tal como as cartas de habilidade de ronda que os jogadores podem adquirir ao agruparem cartas na mesa.


Considerando que jogamos maioritariamente apenas a dois jogadores, em especial no último ano, valorizamos ainda mais jogos que permitam uma boa jogabilidade para dois, mesmo quando o objetivo do jogo é ser jogado em grupos maiores. Assim, de uma perspetiva de dois jogadores, achamos que o jogo se torna mais agressivo e muito focado em batalha, do que com mais jogadores. Talvez balanceando o número de canhões dependendo do número de jogadores pudesse fazer a diferença.


Uma vez mais, queremos agradecer a Ephraim L. McCormick por nos dar a oportunidade de jogar o seu jogo com antecedência e preparar a nossa opinião antes do lançamento da campanha em Kickstarter. Vamos manter-nos atentos à Goodfellow Games Co para saber mais sobre futuras publicações.